A uva Cabernet Sauvignon é uma das variedades tintas mais populares do mundo, dando origem à vinhos tintos em todas as faixas de preço!

Nós, da DiVinho, preparamos um artigo sobre qual é o melhor vinho Cabernet Sauvignon, confira!

Qual é a Origem da Uva Cabernet Sauvignon?

A uva Cabernet Sauvignon é originária da renomada região vitivinícola de Bordeaux, no sudoeste da França.

Não se sabe ao certo quando ela começou a ser cultivada nos vinhedos franceses, mas é possível encontrar menções a vinhos produzidos com essa variedade ainda no século XVII.

Uma certeza é que a Cabernet Sauvignon nasceu de um cruzamento natural entre duas variedades, a uva tinta Cabernet Franc e a uva branca Sauvignon Blanc, tomando, também, seu nome da junção dessas castas. 

Apesar de essa ser uma teoria antiga, sua comprovação veio apenas em 1990, através de testes de DNA realizados por dois pesquisadores da Universidade de Davis, na Califórnia, Carole Meredith e John Bowers

Já no século XVIII a Cabernet Sauvignon era uma das uvas tintas mais cultivadas na França, fazendo parte do famoso corte bordalês, junto com as variedades Merlot, Cabernet Franc, Carménère e Malbec.

Cabernet Sauvignon
Cabernet Sauvignon

A Praga Filoxera e a Chegada ao Novo Mundo

A segunda metade do século XIX viu a chegada de uma praga como nenhuma outra.

A partir de 1853, os vinhedos da Europa foram atacados pelo inseto da espécie Daktulosphaira vitifoliae, originário da América do Norte.

A Filoxera devastou os vinhedos europeus, principalmente os franceses, que chegaram a ter uma perda de 40% de toda a produção.

Variedades mais sensíveis, como a Malbec e a Carménère, foram algumas das mais afetadas. 

Para se ter uma ideia do estrago, a uva Carménère era tida como extinta, até ser redescoberta no Chile em 1994, em vinhedos da Vinã Carmen, pelo ampelógrafo francês Jean-Michel Boursiquot.

Dica da DiVinho: Confira nosso entrevista exclusiva com a Viña Carmen!

Praga Filoxera

E foi no meio desse terrível cenário que a Cabernet Sauvignon surgiu como uma esperança.

Por ser uma variedade mais resistente e bastante adaptável a uma grande variedade de climas e solos, ela foi se espalhando por vinhedos em toda a Europa, em países como Itália, Espanha, Portugal e Alemanha.

Não demorou muito também para que a Cabernet Sauvignon chegasse ao Novo Mundo, expandindo seu cultivo para países como Estados Unidos, África do Sul, Austrália, Nova Zelândia, Chile, Argentina e Brasil.

A Cabernet Sauvignon, junto com a Merlot, foi uma das variedades escolhidas para a reconstrução dos vinhedos da França, através da técnica de porta-enxerto.

O método, que ficou conhecido como Reconstituição, consiste em enxertar mudas de Vitis vinifera em videiras americanas, que são imunes a Filoxera. 

O processo de Reconstituição dos vinhedos europeus foi árduo, mas deu bons frutos.

Ainda hoje Bordeaux é reconhecida como uma das mais nobres regiões vitivinícolas e a Cabernet Sauvignon é uma das variedades mais plantadas em todo mundo!

Porta-enxerto
Porta-enxerto

Quais são as Características da Uva Cabernet Sauvignon?

A uva Cabernet Sauvignon conta com cachos pequenos, de coloração roxo-azulada intensa, que costumam formar uma estrutura similar a letra T.

Uma das características mais importantes da Cabernet Sauvignon é sua casca grossa, que a torna mais resistentes à pragas e à variações climáticas.

Esse é um ponto essencial, pois a Cabernet Sauvignon é uma uva de maturação tardia, sendo uma das últimas a serem colhidas. 

Por conta de sua casca grossa, a uva Cabernet Sauvignon é rica em taninos, o que pode ser tanto uma vantagem, quanto uma desvantagem.

Se colhida no seu ponto de ideal de maturação, a variedade dá origem a ótimos vinhos, complexos e intensos.

Entretanto, se colhida muito cedo, pode deixar uma sensação adstringente de banana verde na boca. 

Como já mencionado, a Cabernet Sauvignon adapta-se bem a uma grande variedade de terroirs.

Dependendo do solo e do clima onde é cultivada, seu bouquet aromático pode sofrer grandes variações.

De maneira geral, entre os aromas mais comuns da Cabernet Sauvignon, valem destacar notas de frutas vermelhas e pretas, como cassis, amora, cereja e ameixa, aromas de especiarias, como pimenta-preta, notas herbáceas, de menta, cedro e alcaçuz, além de toques de violeta.

O aroma de pimentão verde, comumente associado à Cabernet Sauvignon, é mais presente quando a uva é colhida precocemente, antes do seu tempo ideal de maturação.

Esse aroma surge devido a um composto chamado pirazina, encontrado em grandes quantidades na casca da Cabernet Sauvignon.

Quando a Cabernet Sauvignon passa por envelhecimento em barris de carvalho surgem aromas de baunilha, café, tabaco e chocolate amargo.  

Uva Cabernet Sauvignon
Uva Cabernet Sauvignon

Quais são as Características do Vinho Cabernet Sauvignon?

A Cabernet Sauvignon é uma uva muito versátil, dando origem a excelentes vinhos varietais e funcionando bem em blends com outras variedades, como Cabernet Franc, Malbec e Carménère, entre outras. 

É difícil definir um vinho Cabernet Sauvignon em poucas palavras, pois existem rótulos de vários estilos diferentes elaborados com essa variedade.

Desde vinhos agradáveis e fáceis de beber até rótulos de grande complexidade e estrutura. 

De maneira geral, os vinhos Cabernet Sauvignon são frutados, com bom corpo, acidez bem integrada e taninos refinados.

Visualmente, apresentem coloração rubi brilhante, com reflexos que variam do castanho ao violáceo. 

Nos Cabernets de climas frios, os principais aromas são de frutas negras maduras, como ameixa preta, cereja e groselha, além de notas herbáceas.

Já os elaborados em climas quentes costumam ser mais frutados, com menos presença de aromas vegetais.

O envelhecimento em barris de carvalho agrega complexidade e traz à tona nuances mais delicados, como de grafite, cedro e tabaco.

Existe um Cabernet Sauvignon ideal para cada enófilo.

Por isso, é tão importante degustar vinhos produzidos com essa variedades oriundos de diferentes regiões vitivinícolas, tanto do Velho Mundo, quando do Novo Mundo.

Além da França, a Itália é um país que se destaca na produção de excelentes vinhos Cabernet Sauvignon, principalmente aqueles oriundos da região vitivinícola da Toscana. 

Já no Novo Mundo, a região de Napa Valley, na Califórnia, produz alguns dos melhores Cabernets do mundo!

Não deixe de experimentar, também, os tintos elaborados com a variedade no Chile, que contam com excelente relação qualidade-preço. 

Vinho Cabernet Sauvignon
Vinho Cabernet Sauvignon

Como Harmonizar Cabernet Sauvignon?

Os vinhos Cabernet Sauvignon são bastante versáteis, combinando com uma grande variedade de pratos.

Um segredo para uma harmonização certeira é atentar-se ao corpo do vinho.

Cabernets mais leves e de corpo médio acompanham bem carnes vermelhas assadas e grelhadas, churrasco, pizzas, risoto de cogumelos e massas à base de molhos vermelhos ou de carne, como sugo e bolonhesa.

Já para Cabernets mais encorpados e com longo estágio em carvalho, a recomendação são pratos untuosos, como os à base de carnes com mais gordura, como costela, massas com molhos mais pesados, como os à base de manteiga, e queijos maduros, como Gouda e Gruyère. 

Churrasco
Churrasco

Recomendações da DiVinho – Melhores Cabernet Sauvignon

Bons e Baratos

Os Favoritos

Chile
JS
93
TA
91
Argentina
JS
91
RP
90
Argentina
DeR$ 178,61Por
R$ 160,74
Comprar

Rótulos de Renome

Chile
RP
95
WS
95
Chile
R$ 2.250,00
Comprar
Chile
JS
100
Chile
R$ 1.898,00
Comprar
Itália
WE
99
Itália
R$ 3.998,00
Comprar

Bônus: Melhores Vinhos do Mundo 

Espanha
RP
96
Estados Unidos
JS
99
RP
98
Estados Unidos
R$ 6.936,15
Comprar

E você, tem um Cabernet Sauvignon favorito?