ESTADOS UNIDOS
Estados Unidos

ESTADOS UNIDOS

Apresentação

É uma pena que tão poucos vinhos norte-americanos apareçam por aqui porque há tintos e brancos muito bons elaborados na terra do Tio Sam. Além de serem um dos maiores países produtores de vinho do mundo, os Estados Unidos também são vorazes apreciadores da bebida – é o maior mercado consumidor do planeta, à frente da França nesse quesito, quem diria! É por isso que os produtores americanos não se preocupam tanto com exportação. Mas quem curte vinho merece provar as criações de lá, começando por Cabernet Sauvignon e Chardonnay da Califórnia – dois tipos de vinho que fizeram a fama do país mundo afora. E para se aprofundar, convém investir em outras uvas e fronteiras, como Pinot Noir do Oregon e Cabernet Sauvignon, Merlot e vinhos brancos de Washington.

 

A virada do Julgamento de Paris

Os tintos e brancos norte-americanos passaram a ser respeitados no mundo após o famoso Julgamento de Paris – a histórica degustação às cegas que, em 1976, comparou brancos míticos da Borgonha com os novatos Chardonnays da Califórnia, e cobiçados tintos de Bordeaux com os até então “inofensivos” Cabernet Sauvignon californianos. O que ninguém esperava é que, diante de um júri formado por experientes conhecedores de vinho da França, dois exemplares do Novo Mundo despontassem no pódio em ambas as categorias. Claro que os Estados Unidos se agarraram à notícia e conquistaram seu lugar ao sol no mapa-múndi do vinho.

 

Embora a ensolarada Califórnia seja praticamente sinônimo de vinho americano – e não apenas por causa de Chardonnay e Cabernet Sauvignon, pois a oferta inclui ótimos Pinot Noir, Merlot, Zinfandel e cortes com Syrah, além de brancos Sauvignon Blanc e Riesling — há maravilhas também em outras “freguesias” impensáveis. Pasme, até o estado de Nova York entrou na brincadeira e “está produzindo alguns dos melhores vinhos da sua longa história”, segundo a Wine Bible. Boas safras no Texas, Virginia e British Columbia também têm surpreendido os críticos locais. Por essas e por outras, desvendar os vinhos dos Estados Unidos é uma verdadeira aventura para qualquer amante da bebida — o país abriga mais de 2.300 vinícolas em 47 estados.

 

Principais regiões

Califórnia fornece mais de 90% dos vinhos dos Estados Unidos, tintos e brancos das mais variadas cepas. Mas não deixe de prestar atenção também aos vinhos do Oregon e de WashingtonNova York desponta graças a Rieslings puros e vibrantes.

 

O que há de melhor para você garimpar

* Para começar, Cabernet Sauvignon e Chardonnay da Califórnia.

* Pinot Noir do Oregon.

* Merlot e Cabernet Sauvignon de Washington.

* Riesling de Nova York.

Regiões da ESTADOS UNIDOS:

Produtos do País