ITÁLIA

ITÁLIA

Itália

Apresentação

A Itália rivaliza com a França o título de maior produtor de vinhos do mundo – e tem se mantido na dianteira nos últimos anos. Por aqui, também é um dos nossos queridinhos – fica em 4º lugar no ranking dos países que fornecem vinhos para o Brasil (atrás de Chile, Argentina e Portugal). Quando o assunto é Itália, a diversidade de estilos topo de gama deixa qualquer enófilo com um sério problema para resolver. É ou não é difícil escolher entre Barolo, Amarone, Brunello di Montalcino, Chianti Classico ou Supertoscanos? Nos espumantes, Prosecco é unanimidade, mas quem procurar com dedicação encontra fantásticos Franciacorta na Lombardia. E nos últimos anos, as regiões do sul do país estão conquistando seu lugar ao sol com vinhos de qualidade muito boa. Tintos da Puglia e o renascimento dos vinhos da Sicília são alguns dos casos para se ter em atenção.

 

Itália superlativa

A Itália é um país vitivinícola por natureza – também ostenta o título de detentor da maior coleção de castas do planeta. Segundo o guia Wine Grapessão 377 variedades diferentes! Onde quer que você vá na Itália, de norte a sul, encontrará um vinhedo à vista. Ninguém pode esperar que um país destes, que produz mais vinho que Chile, Argentina, Portugal e Alemanha juntos, ofereça apenas tintos e brancos topo de gama.Se de um lado a Itália é reconhecida pela maestria em talhar estilos inigualáveis, por outro, o país é também responsável por boa parte das pechinchas que concorrem nas nossas prateleiras, como Valpolicella, Lambrusco e Chiantis básicos. E não há nada de errado nisso se os vinhos forem bem feitos – e, lembre-se, os produtores italianos têm séculos de expertise em cultivar o vinhedo e fazer o vinho.

 

Bons achados podem ser encontrados entre os Montepulciano d’Abruzzo, e há brancos divinos nas regiões de Friuli-Venezia Giulia e Trentino-Alto Adige. Se você pretende explorar as delícias que a Itália tem a oferecer nas diferentes faixas de preço, mãos à obra! O trabalho será intenso, mas infinitamente prazeroso.

 

Principais regiões

Piemonte, no noroeste do país, é o berço dos cultuados Barolo e Barbaresco, além de tintos Barbera e Dolcetto, brancos Moscato d’Asti e Arneis, e do espumante levemente doce Asti.  Do Vêneto chegam também estilos diversos: os tintos Amarone e Valpolicella e o doce Recioto della Valpolicella. Já na denominação de origem Prosecco é produzido o espumante tão famoso e adorado pelos brasileiros. A Toscana é outro paraíso para qualquer enófilo, com seus Brunello di Montalcino, Chianti, Supertoscanos e Vino Nobile di Montepulciano.

 

O que há de melhor para você garimpar

* Barolo, Barbaresco, Barbera e Dolcetto do Piemonte.

* Brunello di Montalcino e Supertoscanos.

* Chiantis para todos os bolsos.

* Prosecco.

* Achados em Friuli, Trentino-Algo Adige, Abruzzi, Puglia e Sicília.

Regiões da Itália:

Produtos do país