Piemonte

Itens 1-12 de 17
Itália
Vinho Barbaresco Roversi 2014
Itália
De R$279,00 Por
R$189,90
+
-
Em até 3x de R$63,30 s/ juros
Itália
Vinho Michele Chiarlo Il Principe Langhe Nebbiolo 2016
Itália
De R$220,00 Por
R$169,90
+
-
Em até 3x de R$56,63 s/ juros
Itália
WS
90
Vinho Michele Chiarlo Barbaresco Reyna 2014
Itália
R$299,00
+
-
Em até 3x de R$99,67 s/ juros
Itália
Vinho Barolo Batasiolo 2014
Itália
R$339,00
+
-
Em até 3x de R$113,00 s/ juros
Itália
Vinho Tinto Coppo Barbera d’Asti L’Avvocata 2016
Itália
R$230,00
+
-
Em até 3x de R$76,67 s/ juros
Itália
JS
94
RP
93
Vinho Tinto Gaja Barbaresco 2013
Itália
R$2.467,00
+
-
Em até 3x de R$822,33 s/ juros
Itália
Vinho Tinto Renato Ratti Dolcetto D´alba Colombè 2014
Itália
R$199,00
+
-
Em até 3x de R$66,33 s/ juros
Itália
Vinho Tinto Renato Ratti Barbera D´Asti Battaglione 2017
Itália
R$199,00
+
-
Em até 3x de R$66,33 s/ juros
Itália
Vinho Tinto Renato Ratti Nebbiolo D´alba Ochetti 2013
Itália
R$299,00
+
-
Em até 3x de R$99,67 s/ juros
Itália
WE
97
RP
95
Vinho Tinto Barolo Monprivato Giuseppe Mascarello e Figlio 2013
Itália
R$2.398,00
+
-
Em até 3x de R$799,33 s/ juros
Itália
Vinho Tinto Coppo Barbera d'Asti Camp du Rouss 2014
Itália
R$273,90
+
-
Em até 3x de R$91,30 s/ juros
Itália
Vinho Tinto Coppo Barbera d’Asti Cascina Gavelli 2014
Itália
R$416,00
+
-
Em até 3x de R$138,67 s/ juros
Piemonte
Piemonte

Berço de tintos da estirpe de Barolo e Barbaresco, o Piemonte é uma das mais belas, tradicionais e reputadas regiões vitivinícolas da Itália. Aqui também são elaborados vinhos brancos e espumantes adoráveis   O Piemonte, no noroeste italiano, coladinho à França, significa “aos pés da montanha” – ou seja, os Alpes, que praticamente “abraçam” a região. Ela deve a identidade de seus vinhos, principalmente, às suas típicas variedades de uva. A Nebbiolo é a alma dos densos, profundos e longevos tintos Barolo e Barbaresco – duas das mais prestigiadas denominações de origem de todo o mundo do vinho, que remetem a essas duas cidades da região. O nome Nebbiolo também tem uma explicação: foi inspirado na neblina que cobre os vales locais nas primeiras horas da manhã. Já a uva Dolcetto origina tintos jovens, frutados e alegres. O estilo da Barbera é intermediário entre o caráter frutado e vivo da Dolcetto e a austeridade da Nebbiolo. No reino dos brancos, o grande destaque é a uva Arneis, cujos vinhos são macios e delicadamente florais. Há ainda a Moscato, que dá vida aos prefumados espumantes e frisantes doces de Asti. Vale explicar que quando se complementa o nome da uva com o do lugar, por exemplo, d’Asti ou d’Alba, significa que o vinho foi concebido dentro deste limite geográfico. Já Langhe, Roero e Monferrato são denominações genéricas do Piemonte. Nas últimas décadas, o Piemonte foi se adaptando aos novos tempos e ideias e os tradicionais cascos de carvalho esloveno deram lugar a barricas francesas para o envelhecimento dos vinhos, o que contribuiu para um estilo mais moderno, sem perder, no entanto, o caráter marcante da Nebbiolo e das outras variedades muito autênticas da região.