3x*
Compras acima de R$ 300 Parcelamos em até 3x!
*Cartão de crédito
Vinho tinto Montessu Isola dei Nuraghi 2012

Vinho tinto Montessu Isola dei Nuraghi 2012

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars Loading...

O Montessu Isola dei Nuraghi é um excepcional vinho tinto da Sardenha, na Itália, e tem por trás um dos gênios da enologia italiana: Sebastiano Rosa, que faz o mítico Sassicaia. Ele apostou no corte de cinco uvas, tendo como protagonista a Carignano – a mesma que a espanhola Cariñena -, que amadurece lindamente nesta ilha mediterrânica. Fazem parte do corte também as uvas francesas: Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah. Essa mescla gera um vinho tinto intensamente frutado e profundo, com ótima acidez e um delicioso toque de alcaçuz no final de boca. Cheio de sabor, o Montessu é daquelas imperdíveis descobertas do mundo do vinho.

Pontuação: 91 pontos Robert Parker
País: Itália
Região: Sardenha
Produtor: Agripunica
Tipo: Tinto
Teor alcoólico: 14%
Volume da garrafa: 750 ml
Temperatura de serviço: 16 a 18°C
Sardenha
Sardenha

Vinificação

Após a colheita manual, a fermentação alcoólica das uvas acontece em tanques de aço inoxidável juntamente com as cascas e sob temperatura controlada. Em seguida, é realizada a fermentação malolática. No final, o vinho estagia em barricas usadas de carvalho francês, durante doze meses.

Harmonização

Carnes grelhadas ou cozidas e massas rústicas.

Sobre a vinícola

A Agripunica é um dos mais brilhantes projetos vitivinícolas da ilha da Sardenha, na Itália. Foi concebido por um grupo de experientes figuras do vinho italiano, entre eles, os enólogos Sebastiano Rosa, responsável pelo mítico Sassicaia, e o lendário Giacomo Tachis, morto em 2016, além da Cantina Santadi, grande referência na Sardenha. Em 2002, a Agripunica adquiriu uma área de 170 hectares dividida em duas propriedades: Barrua e Narcao, localizadas no sudoeste da Sardenha, em uma zona privilegiada, conhecida como Sulcis Meridional, e sob a denominação de origem IGT Isola dei Nuraghi. É uma região com condições perfeitas para a produção de uvas destinadas à elaboração de vinhos, pois recebe, em média, 7 horas de exposição solar por dia e ainda conta a influência marítima, capaz de equilibrar a maturação das uvas. Aos 15 hectares de Carignano, plantados na década de 1990, somaram-se 50 hectares de novas vinhas de Carignano, além das uvas francesas Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot e Syrah. Também foram introduzidos 5 hectares das uvas brancas Vermetino e Chardonnay. Os solos nessas propriedades são muito profundos e rochosos, com um bom conteúdo de argila, o que resulta em vinhos complexos e profundos. A grande aposta da Agripunica é a uva Carignano, que origina dois vinhos tintos: o Barrua e o Montessu. A qualidade da Carignano produzida em Sulcis está acima da média, não só pela cor que confere ao vinho, mas também pela estrutura, o bom teor alcoólico, a finesse de seus taninos e a acidez que agrega frescor e elegância. Logo na primeira safra de Carignano da Agripunica, Tachis previu: “teremos vinhos surpreendentes!”