Vinho Tinto Seña 2016

Vinho Tinto Seña 2016

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars Loading...

O Vinho Tinto Seña tem como espinha dorsal de seu blend as variedades Cabernet Sauvignon, Carménère, Malbec, Merlot e Petit Verdot, que expressam a alma chilena. Elas compõem um Vinho Tinto de grande estirpe, com aromas exuberantes de couro, frutas muito maduras e secas, especiarias, eucalipto e terra molhada. Na boca, tem textura macia graças aos taninos sedosos e doces e é, ao mesmo tempo, um tinto vivo, que demonstra complexidade, profundidade e elegância. Pode ser guardado por muitos e muitos anos na garrafa. O Seña 2015 obteve 100 pontos, a nota máxima do crítico James Suckling!

Gostou? Confira mais opções em Vinhos Online

Pontuação: 98 pontos James Suckling
Pontuação: 97 pontos Robert Parker
País: CHILE Chile
Região: Aconcagua
Produtor: Eduardo Chadwick
Tipo: Tinto
Teor alcoolico: 13,5%
Tamanho da garrafa: 750ml
Temperatura de serviço: 18ºC


Em até 3x de R$552,67 s/ juros

Aconcagua
Aconcagua

Vinificação

As uvas que compõem o Seña 2016 são colhidas à mão e passam por uma dupla seleção dos melhores bagos. A vinificação é feita separadamente de acordo com cada variedade de uva e cada parcela de vinhedo. A fermentação alcoólica acontece em tanques de aço inoxidável com controle de temperatura. A malolática é feita, principalmente, em barricas de carvalho. Em seguida, o vinho estagia por 12 meses em barricas de carvalho francês. Só então é feito o corte final, e ele vai para mais um período de estágio de 6 meses em barrica. Depois do engarrafamento, passa 12 meses maturando na garrafa antes de ser lançado no mercado.

Harmonização

Ideal para acompanhar carne de cordeiro, carne de caça, queijos maduros e de sabor pronunciado e massas com molho denso.

Sobre a vinícola

Este projeto foi concebido por dois grandes protagonistas do mundo do vinho: Eduardo Chadwick, proprietário da Viña Errazuriz, e ninguém menos que o lendário produtor norte-americano Robert Mondavi. A primeira safra de Seña foi 1995 (70% de Cabernet Sauvignon e 30% de Merlot e Carménère), produzida a partir de uma seleção dos melhores lotes de vinhas da região do Vale de Aconcagua. E assim mantiveram o projeto, enquanto procuravam o local ideal para plantar o vinhedo definitivo. Em 1999, encontraram uma encosta em uma área privilegiada, situada a 40 quilômetros do Oceano Pacífico, suficientemente perto para se beneficiar da influência marítima, mas protegida das brisas frias que dificultam a maturação de variedades bordalesas graças a uma formação montanhosa. São 42 hectares de vinhas de Cabernet Sauvignon, Carménère, Merlot, Cabernet Franc, Petit Verdot, Malbec e Syrah cultivadas, hoje, segundo as técnicas de biodinâmica. A partir de 2003, a dupla começou a utilizar as uvas da propriedade na produção do Seña, que sempre se manteve na elite do vinho chileno.