main product photo

Vinho Branco Riccitelli Sémillon Old Vines 2017

TA
95
JS
95

Sobre o Vinho

O Vinho Branco Riccitelli Sémillon Old Vines é um rótulo como poucos, produzido com uvas da cepa Semillón plantadas em pé franco, com idade média de sessenta anos! De coloração amarelo pálida com reflexos dourados, revela aromas de frutas cítricas, flores brancas e notas de baunilha. Um Vinho Argentino da Patagônia complexo e equilibrado. Em boca apresenta grande volume, equilíbrio e um final elegante. Não é à toa que apenas em sua terceira safra esse vinho já conquistou ótimas premiações de críticos como James Suckling e Tim Atkin!

Em estoque
R$567,00
Em até 3x de R$189,00 s/ juros
Consultar Valor do Frete

    Produzido 100% com uvas da cepa Sémillon oriundas de vinhedos plantados em pé franco com idade média de sessenta anos, localizados na região vitivinícola da Patagônia Argentina. As uvas são colhidas e selecionadas manualmente e passam pelo processo de maceração peculiar durante um período de vinte e quatro horas. 60% do mosto é fermentado em barris de carvalho francês e o restante (40%), em tanques de cimento, sob temperatura controlada de 14ºC a 16ºC. 60% do vinho envelhece em barricas de carvalho francês e o restante (40%), em tanques de cimento.

    Acompanha bem entradas, saladas, aves, peixes brancos, frutos do mar e queijos frescos.
    Matías Riccitelli nasceu em Cafayate, Salta, uma pequena cidade do sul da Argentina que respira vinho. Um incansável viajante e sonhador, trabalhou como enólogo em um das bodegas mais renomadas da Argentina. Com tudo que aprendeu em sua carreira e munido dos ensinamentos transmitidos por seu pai, Jorge Riccitelli, abre em 2009 sua própria vinícola, Matías Riccitelli Wines. A vinícola está localizada em Las Compuertas, a 1100 metros de altitude, na zona mais alta de Luján de Cuyo, onde são manejados vinte hectares de vinhedos plantados em pé franco. Matías Riccitelli Wines também trabalha com outros pequenos produtores aos pés da Cordilheira dos Andes, entre 1000 e 1700 metros de altitude, em Gualtallary, Chacayes, Altamira e La Carrera. Em 2005, Matías iniciou um novo projeto, revitalizando vinhedos na Patagônia Argentina, criando a linha Old Vines, com vinhas de Semillón, Merlot e Malbec plantadas durante a década de sessenta às margens do Rio Negro.