Essa é uma pergunta que já deve ter passado pela cabeça de todo iniciante no mundo dos vinhos: qual é a maneira correta de segurar a taça de vinho?

Nós, da DiVinho, vamos te ensinar como segurar a taça de vinho nesse artigo, confira! 

Qual é a Maneira Correta de Segurar a Taça de Vinho?

Pode até parecer uma besteira, mas, sim, existe uma maneira correta de segurar a taça de vinho.

Você deve segurar a taça de vinho pela haste, a parte mais fina da taça, que conecta o bojo à base. 

 Maneira Correta de Segurar a Taça de Vinho: pela Haste
Maneira Correta de Segurar a Taça de Vinho: pela Haste

Na hora de servir, nunca encha a taça até borda, a quantidade adequada é de até ⅓ de taça. 

Dessa maneira, fica mais fácil girar delicadamente o vinho dentro da taça, aerando a bebida e permitindo uma melhor liberação do bouquet aromático.

Procure sempre beber do mesmo ponto na taça, isso evita aquelas desagradáveis marcas no cristal, além de dificultar a análise visual da bebida. 

Por que é Importante Segurar a Taça de Vinho da Maneira Correta?

Existem vários motivos pelos quais você deve segurar a taça de vinho da maneira correta, que, como já explicamos, é pela haste.

Quando você segura a taça pelo bojo estará alterando a temperatura do vinho. O calor das mãos será transferido mais rapidamente, esquentando a bebida. 

Maneira Incorreta de Segurar a Taça de Vinho: pelo Bojo
Maneira Incorreta de Segurar a Taça de Vinho: pelo Bojo

Além disso, segurar a taça de vinho pelo bojo também influi na análise visual da bebida, pois os dedos deixam marcas do cristal, assim como os lábios, quando você bebe de diferentes pontos da taça.

Também não é recomendado segurar a taça de vinho somente pela base. Pois, desse modo, fica mais difícil de inclinar a taça durante a análise visual da bebida, além de facilitar acidentes.

Como Escolher a Taça Correta para Cada Tipo de Vinho?

Taças de Vinho
Taças de Vinho

Para melhor apreciar os aromas e sabores da bebida, recomenda-se utilizar uma taça específica para cada tipo de vinho.

As taças de vinho tinto contam um bojo largo e grande, permitindo uma melhor liberação dos aromas e sabores da bebida. Existem dois tipos principais de taças de vinhos tintos, a taça Bordeaux e a taça Borgonha. 

As taças de vinho branco são menores que as de vinho tinto, com um bojo mais estreito. Como o vinho branco é tradicionalmente servido em temperaturas mais baixas, esse tipo de taça permite que a bebida não esquente tão rapidamente.

A taça de vinho rosé tem um design que fica entre a taça de vinho tinto e a de vinho branco. Ela é mais baixa, mas com corpo largo. Essas características da taça de vinho rosé permitem que a bebida seja mantida fresca e que sejam notados os aromas frutados.

A taça de vinho de sobremesa é consideravelmente menor que as outras taça de vinho. Já que esse tipo de vinho, por conta de seu alto teor alcoólico e nível de açúcar residual, é consumido em menores quantidades. 

A taça para espumantes é diferente de todas as outras taças de vinho. Ela conta com um formato longo e estreito, que permite que a perlage, as famosas borbulhas, seja direcionada ao ponto ideal da língua.

Além dessas taças de vinhos específicas, existe, também a taça ISO (International Standards Organization), que é um modelo de taça padrão e muito versátil, adaptando-se a diferentes tipos de vinho. 

Dica DiVinho: Nós temos um artigo completo sobre as melhores taças para cada tipo de vinho, confira!

Recomendação da DiVinho – Melhores Taças de Vinho


E você, já sabia como segurar a taça de vinho?