Curso de Enologia: Tudo o Que Você Precisa Saber Sobre Essa Profissão

Imagem post
Spread the love

Quem ama vinhos e deseja que eles façam parte de sua vida profissional pode começar a atuar como um enólogo

O amor pelo vinho é compartilhado por pessoas de todas as profissões, sexos, gostos e comportamentos. Porém, sempre existem aquelas que gostam ainda mais do assunto, e o curso de enologia é perfeito para elas.

Ele pode ser considerado como um passo à frente no amor por essa bebida tão incrível, já que os conhecimentos adquiridos farão com que essas pessoas se tornem verdadeiras especialistas em vinhos.

Se você está bastante interessado no assunto, é super importante entender a fundo do que trata a enologia, como se tornar um profissional da área e em que eles podem atuar, de modo a não restarem mais dúvidas.

Enólogo, Enófilo e Sommelier: Quais São as Diferenças?

Antes de entrarmos no mérito da atuação de um enólogo, é importante esclarecer as diferenças entre esses termos, que muitas vezes são utilizados incorretamente.

  • Enólogo: esse é o profissional que entende absolutamente tudo sobre o processo de produção do vinho, desde o plantio das uvas no solo até o engarrafamento da bebida, além de também entender sobre outras bebidas, como sucos, espumantes e conhaques.
  • Enófilo: o termo é usado para pessoas que gostam de vinho, mas que não necessariamente tenham uma formação profissional na área. Ainda assim, quem comercializa vinhos ou entende sobre o assunto também pode ser chamado de enófilo.
  • Sommelier: por fim, os sommeliers são os profissionais especializados em bebidas alcóolicas nos restaurantes. Conhecedores da carta de vinhos e das demais bebidas, eles são as pessoas ideais para indicar qual vinho harmoniza melhor com cada prato do restaurante.

Agora, sem mais dúvidas, será possível aprender muito mais sobre os enólogos.

Por Que Fazer um Curso de Enologia?

A diferença entre vinhos Cabernet, Merlot, Malbec e Carménère até pode ser percebida por alguém que goste muito de vinhos (logo, um enófilo), como pelo teor alcoólico, pelo nível de taninos ou pelos aromas que a bebida exala.

Essa é uma explicação muito bacana, mas não é apenas aí que se encontram as diferenças entre os vinhos. Existe todo um processo, que começa quando as castas de uvas são plantadas na terra, até que cheguem à sua mesa.

Logo, o curso de enologia é recomendado para pessoas que queiram entender tudo o que seja possível a respeito do processo de produção de um vinho, não apenas sobre seu sabor e aroma, mas sim informações muito mais profundas.

homem fazendo a colheita de uvas

Um enólogo conhece os diferentes tipos de solo, a concentração da terra e suas propriedades, características que por sua vez impactarão no desenvolvimento e no crescimento das uvas.

A forma com a qual as uvas serão plantadas no solo também pode variar, de modo que o resultado seja a melhor uva possível, com todo o seu sabor e aroma, que tornará o vinho ainda mais delicioso.

A colheita das uvas também precisa ser feita da maneira adequada, tanto para não prejudicar os frutos quanto para garantir que a videira continuará produzindo uvas saudáveis e deliciosas no futuro.

Depois do processo de produção das uvas, elas devem passar pela fermentação, que é quando o açúcar das uvas se transforma em etanol, portanto, alcoólico.

Não para por aí: depois, deve ser feito o engarrafamento da bebida, que deve ser envelhecida pelo período de tempo predeterminado, até que o vinho possa ser comercializado como um produto final.

Um curso de enologia ensinará tudo isso – e muito mais -, de modo que os profissionais tenham não apenas informações sobre a bebida em si, mas sim de todo o processo que antecedeu a obtenção dos vinhos.

Por ser um processo bem complexo, as pessoas que desejam se aventurar no assunto aprendem sobre agronomia, matemática, estatística, botânica, física, química e até marketing, já que atuarão diretamente com a venda dos vinhos.

Em suma, pode-se dizer que um enólogo pode tocar toda uma vinícola, já que conhece a fundo todos os passos necessários para que se obtenham os mais variados tipos de vinhos.

Como Fazer um Curso de Enologia?

Existem diferentes níveis de estudo para esse curso, que pode tanto ser técnico quanto bacharelado.

O curso técnico, denominado de Vinicultura e Enologia, pode ser feito nos estados de São Paulo, Pernambuco e Rio Grande do Sul. Com duração de dois anos, quem se forma nesse curso de enologia pode se tornar responsável técnico por uma vinícola.

Já quem procura por uma formação de nível superior deve optar pelo bacharelado em Enologia, que até o momento é ministrado apenas na cidade de Dom Pedrito, no Rio Grande do Sul, em território nacional.

Alguns países são fortes polos desses cursos de enologia, com destaque para Argentina, Estados Unidos, Austrália, França e Itália, que também podem resultar em ótimas oportunidades profissionais pelo fato do intercâmbio.

Para quem ainda está um pouco indeciso a respeito do assunto, também é possível fazer alguns cursos mais simples sobre enologia, até mesmo na internet. Depois dessa introdução, ficará mais fácil tomar uma decisão a respeito da continuidade na profissão.

Vale a Pena Fazer Cursos de Enologia?

Muitas pessoas realmente gostam do assunto. Para elas, tudo o que um amante de vinho deve saber sobre o decanter não é apenas uma questão de curiosidade, mas sim um assunto realmente técnico.

Então, quem for um grande enófilo e quiser se tornar um enólogo deve investir em um curso de enologia, já que aprenderá toda a teoria e a prática daquilo que tanto gosta.

mulher degustando vinhos

Existe um ditado que diz “escolha um trabalho que você ame e você nunca terá que trabalhar um dia em sua vida”, atribuído a Confúcio, embora não haja uma confirmação a respeito disso.

É claro que nós sabemos que todos os trabalhos são trabalhosos (com o perdão do trocadilho), mas atuar profissionalmente com algo que gostamos nem se compara a ter que exercer uma função em que não conseguimos colocar um sorriso no rosto.

Além de estar na roda de amigos e poder escolher a melhor taça de vinho não apenas por um palpite, mas sim através de uma decisão teoricamente fundamentada, você terá um mercado muito abrangente para atuar.

Quem faz um desses cursos também pode trabalhar com conhaques, sucos, vinhos, vinagres e cervejas, o que te permitirá ser o dono de uma adega completa, com todos os produtos que os enófilos procuram por aí.

Enquanto você não se matricula em um curso de enologia, que tal escolher ótimos vinhos online? Isso servirá como um incentivo e, além do mais, ninguém resiste a um bom vinho, que pode ser produzido por você daqui a alguns anos!

0 comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *