Entrevista com Sebastián Labbé da Viña Santa Rita

Imagem post

Viña Santa Rita é um dos mais importantes produtores do Chile, com mais de um século de história. Sebastián Labbé, Enólogo dos Vinhos Ultra Premium da Viña Santa Rita, concedeu uma entrevista exclusiva para a DiVinho, falando da tradição da vinícola, da busca constante pela inovação e de seus renomados vinhos, como Casa Real, Pewën e Bougainville, confira:

Sebastián Labbé
Sebastián Labbé

Viña Santa Rita é uma das mais tradicionais vinícolas do Chile, com sua fundação ainda no século XIX. Conte um pouco dessa história. 

A história da Viña Santa Rita remonta ao ano de 1880, quando foi fundada a vinícola. 

Um marco importante na história da Santa Rita foi a aquisição pelo Grupo Claro, por Dom Ricardo, em 1980. 

A partir daí a vinícola tomou um caminho totalmente distinto, focando na exportação de vinhos para o mercado internacional. Nessa época os produtores chilenos ainda concentravam-se muito no mercado local. 

Com a construção de uma nova adega e a aquisição de vinhedos em diferentes regiões, a Vinã Santa Rita voltou seu foco para a exportação. 

Desde então, a Santa Rita busca produzir vinhos diferenciados e de alta qualidade em todas as faixas de preço.  

Sala das Barricas
Sala das Barricas

O que mudou com aquisição de parte do patrimônio pelo Grupo Claro na década de oitenta? 

Acredito que uma das maiores mudanças foi a aquisição de mais vinhedos, em regiões como Limarí, Casablanca, Leyda e em Pumanque, no Colchagua. Aumentando, também, a superfície plantada em Alto Jahuel. 

A Viña Santa Rita ingressou em uma busca por expandir os limites da viticultura chilena. Como fazemos agora, na região do Maule. 

O Chile é um país amplo, mas estreito. Existe uma diferença muito grande entre as condições geográficas entre o norte e o sul, e entre o leste e o oeste, descendo a Cordilheira dos Andes até o Oceano Pacífico. 

Somente experimentando a viticultura em lugares diferentes é que conseguimos produzir estilos diferentes de vinhos.

Vinhedos
Vinhedos

Casa Real é um verdadeiro ícone entre os vinhos do Novo Mundo. Como é sua produção?

Casa Real Reserva Especial é nosso vinho ícone. É o rótulo que serve como diretriz para todo o portfólio da Viña Santa Rita.  

Vem de parcelas antigas de Cabernet Sauvignon, plantadas durante a década de sessenta e setenta. Os vinhedos estão na parte plana de Alto Jahuel. Um terroir aluvial, que conta com uma ótima drenagem.

Esse terroir dá origem a vinhos potentes, com taninos suaves e muita presença frutada. Tendo, também um grande potencial de guarda. 

A elaboração do Casa Real é bastante tradicional. A colheita é manual, em caixas de quinze quilos. As uvas são selecionadas e passam pelo processo de desengace na adega. A fermentação é realizada com leveduras nativas, em tanques de concreto (75%) e tanques de aço inoxidável (25%). 

Somos cuidadosos com a extração do Casa Real. Sendo muita intensa durante a primeira etapa da fermentação e mais sutil e suave durante a última parte da fermentação. Todas as uvas são prensadas utilizando prensas verticais. 

O Casa Real  matura em barricas de carvalho francês por um período de dezoito a vinte meses, dependendo da safra. Usamos 80% de barricas novas e 20% de barricas de segundo uso. Não é filtrado, estagiando por mais doze meses na garrafa antes de ser lançado no mercado. 

Casa Real
Casa Real

Pewën é um Carménère de Apalta, uma das mais renomadas regiões vitivinícolas chilenas. Fale um pouco desse rótulo.

Pewën é um vinho bastante especial para nós. Vem da região de Apalta, com produtores que trabalhamos já faz muito tempo. É uma região única, aos pés da montanha, que recebe água de lençóis freáticos durante o inverno. 

A inspiração de Pewën, que encontra-se em seu rótulo, é o fruto da Araucária, o pinhão. Que associamos à região de Apalta. 

Apalta é uma região quente, com solos de granito decomposto, produzindo vinhos de PH alto e com bom volume. E isso o que temos com Pewën. É um Carménère que demonstra sua origem. Um vinho intenso, concentrado e com potente, mas ao mesmo tempo, muito elegante. 

No nariz Pewën revela com notas frutadas e de grafite. Em boca conta com boa estrutura e presença tânica. Um vinho muito interessante e fácil de beber.  Pode ser apreciado ainda jovem, mas apresenta um grande potencial de guarda. 

Pewën
Pewën

Triple C é um assemblage no clássico estilo de Bordeaux. Como é o processo de unir a tradição francesa com o terroir local?

Outro vinho bastante importante para o portfólio da Santa Rita é Triple C. É um assemblage das uvas Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon e Carménère. Três variedades bordalesas importantes cultivadas no Chile.

Ao contrário do clássico corte bordalês, onde a Cabernet Sauvignon é a uva principal, em Triple C a maior porcentagem é ocupada pela Cabernet Franc. 

É um vinho que começamos a produzir em 1997 com dois terços do corte sendo de Cabernet Franc de Alto Jahuel, que confere ao vinho uma grande intensidade aromática, com aromas frutas negras maduras, um toque floral, além de notas de grafite.

A uva Cabernet Sauvignon confere ao corte estrutura e firmeza. Já a uva Carménère vem da região de Apalta, duas parcelas que tratamos em um estilo mais maduro, mais antigo. Chegamos, assim, a um vinho equilibrado, com taninos intensos da Cabernet Sauvignon, a doçura e a suavidade da Carménère.

A colheita das uvas é a manual, sendo prensadas em prensas verticais. A fermentação é realizada em aço inox e em concreto. O vinho estagia em barricas de carvalho por um período de aproximadamente oito meses, sendo 50% novas e 50% de segundo uso.

Triple C é um vinho que demonstra sua origem em Alto Jahuel e que revela como podemos trabalhar a Cabernet Franc como a variedade principal do assemblage. 

Triple C
Triple C

Bougainville é um dos melhores Petit Syrah da América do Sul. Conte um pouco de sua história. 

Bougainville é um dos vinhos da nossa coleção de origem, onde resgatamos uma parcela bastante interessante de Petit Syrah enxertada sobre parreiras de uva de mesa. 

É um vinho de produção limitada, muito concentrado e vibrante, com coloração intensa, grande presença de frutas negras e um marcado caráter floral no nariz. Em boca apresenta grande volume e ótimo frescor.

A inspiração do Bougainville é planta Bougainvillea, que na Viña Santa Rita temos um dos maiores, e mais altos, exemplares da América. 

Boungainville
Boungainville

Floresta é um linha baseada na inovação tecnológica, um dos grandes pilares da Viña Santa Rita.

A linha Floresta representa um dos pilares fundamentais da Viña Santa Rita com respeito a inovação. Trabalhamos com uvas de diferentes regiões e exploramos diferentes formas de vinificação. 

Dentro dos nossos vinhedos selecionamos parcelas que dão origem a vinhos de excelência e que conta com um caráter único na gama Floresta. 

Hoje temos um portfólio de cinco vinhos. Sendo três tintos e dois brancos. O Floresta Carménère vem da região de Apalta, de colheita precoce, mostrando um lado mais fresco dessa variedade.

O Floresta Cabernet Sauvignon vem do Vale de Alto Jahuel, sendo bastante fresco também. Já o Floresta Cabernet Franc vem da região de Pumanque, com solos de granito. É um vinho muito aromático, com bastante presença floral e notas de cedro, típicas da uva Cabernet Franc.

Já nos brancos, temos Floresta Chardonnay que vem do Vale do Limarí e Field Blend Blanco, que é um assemblage de cinco variedades. É um vinho branco que fermenta como tinto e que passa por um período de contato com as cascas de oito a doze meses. É um vinho branco único, com estrutura e firmeza interessantes. 

Vinhedos em Apalta
Vinhedos em Apalta

Existe uma nova geração de jovens que estão descobrindo os prazeres dos vinhos, como é atender esse público?

É muito importante para Viña Santa Rita conquistar os consumidores jovens. A linha Floresta é uma ótima opção para esse público. São vinhos de alta gama, inspirados em seu local de origem. 

A Viña Santa Rita é uma vinícola tradicional, mas que não ficou parada no tempo. Buscamos inovar todos os dias. Somos fiéis a nossa tradição, ao nosso estilo, mas, ao mesmo tempo, tentamos expandir sempre nossos limites. 

Vinhas
Vinhas

Quais rótulos da Viña Santa Rita você recomenda para quem está conhecendo a vinícola?

Pessoalmente, acredito que a linha Medalla Real é uma gama bastante interessante para consumidores de todos os estilos tanto para aqueles que estão entrando no mundo do vinho, quanto para aqueles que são experts.

Os vinhos da linha Medalla Real são muito versáteis e bastante gastronômicos, acompanhando bem a comida. Podem ser apreciados ainda jovens, mas apresentam um grande potencial de guarda. Conjugam a relação clima, solo e variedade de uma maneira muito honesta. 

 

Você encontra os melhores vinhos da Viña Santa Rita na DiVinho! Surpreenda-se com nossa variedade e adquira os melhores rótulos pelo melhor preço!

0 comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *