Alfrocheiro, Trincadeira, Baga e Fernão Pires, essas são algumas uvas portuguesas que contam com nomes curiosos.

Mas não é só isso, Portugal também é lar das castas Alvarinho, Castelão, Touriga Franca e Touriga Nacional, entre tantas outras.

Descubra, neste artigo da DiVinho, quais são as dez principais uvas portuguesas! 

Quais são as Principais Uvas Portuguesas?

Além de ser um dos maiores e mais importantes países produtores de vinhos do mundo, Portugal também conta com uma grande variedade de uvas nativas.

Quando se fala de uvas autóctones, Portugal é o terceiro país com o maior número de castas, ficando atrás apenas da França e da Itália.

Segundo um estudo da Universidade de Adelaide, Portugal conta com 198 uvas nativas.

Abordaremos, a seguir, as principais uvas portuguesas tintas e brancas.

Uvas Portuguesas Tintas

Alfrocheiro

Alfrocheiro
Alfrocheiro

A uva Alfrocheiro é originária da região vitivinícola do Dão, no centro de Portugal.

Também conhecida como Tinta Bastardinha, a Alfrocheiro produz vinhos equilibrados, contando com ótima acidez e taninos refinados. No nariz, revelam notas de frutas vermelhas, como amora e morango, além de toques florais. 

O vinho Alfrocheiro é um ótimo companheiro para carnes vermelhas, cordeiro, cabrito e queijos maduros, como Gorgonzola e Provolone.

Baga 

Baga
Baga

A uva Baga é originária da região vitivinícola da Bairrada, no centro de Portugal.

A Baga também é conhecida como Tinta Bairrada, Tinta Bairradina, Tinta Fina e Tinta Poeirinha.

Os vinhos elaborados com a uva Baga apresentam coloração profunda, contando com acidez marcada e boa presença tânica. No nariz, revelam aromas de frutas vermelhas, notas de tabaco, nuances de fumaça, além de toques de café.

Experimente harmonizar o vinho Baga com massas, carnes vermelhas, porco e aves de caça, como pato.

Castelão 

Castelão
Castelão

A uva Castelão é originária de Portugal, sendo cultivada nas regiões vitivinícolas de Setúbal, Alentejo, Douro e Lisboa.

Os vinhos elaborados com a uva Castelão  são estruturados, contando com taninos marcantes e um grande potencial de guarda. No nariz, revelam aromas de frutas vermelhas, como ameixa, groselha, framboesa e cereja, notas florais e toques de fumaça.

O vinho Castelão é um bom companheiro à mesa, harmonizando com pratos à base de carnes vermelhas, massas e risotos.

Trincadeira

Trincadeira
Trincadeira

A uva Trincadeira é originária de Portugal, sendo cultivada nas regiões vitivinícolas do Alentejo, Douro e Tejo. 

A Trincadeira também é conhecida como Tinta Amarela, Trincadeira Preta, Mortágua, Preto Martinho, Espadeiro, Murteira, Crato Preto, Castiço e Santarém.

Os vinhos Trincadeira são elegantes, contando com boa acidez e taninos refinados. No nariz, revelam notas florais, nuances herbáceas, aromas de frutas vermelhas, como framboesa, além de toques de especiarias, como pimenta, cravo e canela.

O vinho Trincadeira combina bem carnes vermelhas, porco, cordeiro e vitela.

Touriga Franca

Touriga Franca
Touriga Franca

A uva Touriga Franca é originária da região vitivinícola do Douro, em Portugal. 

A Touriga Franca também era conhecida como Touriga Francesa e Tinta Francesa. Mas uma portaria do ano 2000 definiu a nomenclatura oficial como Touriga Franca.

Os vinhos elaborados com a uva Touriga Franca são elegantes, contando com estrutura firme, grande corpo e um ótimo potencial de envelhecimento. No nariz, revelam aromas de frutas vermelhas maduras, como amora, e notas florais, como de rosa e esteva.

Na hora da harmonização, o vinho Touriga Franca é versátil, acompanhando bem carnes vermelhas, carnes de caça e cordeiro.

Touriga Nacional

Touriga Nacional
Touriga Nacional

A uva Touriga Nacional é originária da região vitivinícola do Dão, sendo considerada a Rainha das Uvas de Portugal.

A Touriga Nacional também é conhecida como Azal Tinta, Preto de Mortágua, Mortágua Preto, Mortágua, Bical Tinto, Turiga, Touriga, Touriga Fina, Tourigão, Tourigo Antigo e Tourigo do Dão.

Os vinhos elaborados com a uva Touriga Nacional são elegantes e encorpados, contando com boa concentração de cor, taninos refinados e um ótimo potencial de guarda. No nariz, revelam aromas de frutas negras maduras, como amora, framboesa, mirtilo e ameixa, notas florais, como de violeta, nuances mentoladas, além de toques de baunilha, especiarias e chocolate.

O vinho Touriga Nacional é um ótimo companheiro para pratos à base de carnes vermelhas, porco e cordeiro.

Uvas Portuguesas Brancas

Alvarinho

Alvarinho
Alvarinho

A uva Alvarinho é originária do Minho, dentro da região vitivinícola dos Vinhos Verdes, no norte de Portugal.

Uma das mais importantes uvas brancas portuguesas, a Alvarinho também é encontrada na Espanha, onde atende pelo nome Albariño.

Os vinhos elaborados com a uva Alvarinho são frescos, contando com bom corpo e ótima acidez. No nariz, revelam aromas frutados, como de marmelo, banana, pêssego, limão, maracujá e lichia, notas florais, como de violeta e flor de laranjeira, nuances de mel e toques de amêndoas.

Na hora da harmonização, o vinho Alvarinho é versátil, acompanhando bem saladas, aves, peixes e frutos do mar.

Antão Vaz 

Antão Vaz
Antão Vaz

A uva Antão Vaz é originária da pequena vila da Vidigueira, na região vitivinícola do Alentejo, em Portugal.

Os vinhos elaborados com a uva Antão Vaz contam com acidez vibrante, ótima estrutura e alto teor alcoólico. No nariz, revelam aromas de frutas tropicais, como abacaxi, mamão e tangerina, além de nuances minerais.

O vinho Antão Vaz combina bem com saladas, aves, peixes e frutos do mar.

Portugal
Portugal
DeR$ 49,90Por
R$ 39,90
Comprar
Portugal
Portugal
DeR$ 115,00Por
R$ 99,90
Comprar

Arinto 

Arinto
Arinto

A uva Arinto é originária de Bucelas, dentro do concelho de Lourdes, próximo a Lisboa, em Portugal.

A Arinto também é conhecida como Pedernã, Pé de Perdiz Branco, Chapeludo, Cerceal, Azal Espanhol, Azal Galego e Branco Espanhol.

Os vinhos elaborados com a uva Arinto contam com alta acidez, excelente estrutura e um caráter mineral marcante. No nariz, revelam aromas frutados, como de maçã verde e pêssego, além de notas cítricas, como de limão e maracujá.

Experimente harmonizar o vinho Arinto com pratos à base de peixes e frutos do mar.

Fernão Pires

Fernão Pires
Fernão Pires

A uva Fernão Pires é originária de Portugal, sendo cultivada nas regiões do Douro e da Bairrada, onde é conhecida como Maria Gomes.

Outros nomes para a uva Fernão Pires incluem Gaeiro, Fernão Pirão e São Amaral.

Os vinhos elaborados com a uva Fernão Pires são complexos e estruturados, contando com bom teor alcoólico. No nariz, revelam notas florais, como de rosas, aromas cítricos, como de laranja, limão e tangerina, além de nuances de especiarias. 

O vinho Fernão Pires é um ótimo companheiro para carne de porco, aves, peixes e frutos do mar.


E você, qual é a sua uva portuguesa favorita?