main product photo

Vinho Tinto Frescobaldi Castiglioni Chianti DOCG 2018


Sobre o Vinho

O Vinho Tinto Frescobaldi Castiglioni Chianti DOCG é um rótulo da Denominação de Origem Controlada e Garantida (D.O.C.G.) de Chianti, na Itália. Elaborado pela Frescobaldi, com a uva Sangiovese e um toque de Merlot, oriundas de vinhedos localizados na região vitivinícola da Toscana. De coloração rubi intensa com reflexos violáceos, no nariz revela aromas de frutas vermelhas, como cereja, groselha e framboesa, além de notas florais, como de violeta. Um Vinho Tinto frutado e elegante, com um final longo e persistente. Essa é uma ótima opção de Vinho Italiano, experimente!

Em estoque
R$219,00
Em até 3x de R$73,00 s/ juros
Consultar Valor do Frete

    O Vinho Tinto Frescobaldi Castiglioni Chianti DOCG é um rótulo da Denominação de Origem Controlada e Garantida (D.O.C.G.) de Chianti, na Itália. Elaborado pela Frescobaldi, com a uva Sangiovese e um toque de Merlot, oriundas de vinhedos localizados na região vitivinícola da Toscana. De coloração rubi intensa com reflexos violáceos, no nariz revela aromas de frutas vermelhas, como cereja, groselha e framboesa, além de notas florais, como de violeta. Um Vinho Tinto frutado e elegante, com um final longo e persistente. Essa é uma ótima opção de Vinho Italiano, experimente!

    Acompanha bem massas com molhos vermelhos, carnes grelhadas e queijos de média maturação.

    O nome Frescobaldi representa uma venerável tradição de envolvimento, não só na elaboração de vinhos, mas também nas áreas de arte, da cultura e da história da Toscana, que remonta a mais de 700 anos. A história do vinho na família começa com Frescobaldi Berto que adquiriu para seus filhos, propriedades rurais, entre elas casas, moinhos, vinhas, pomares e fazendas. Nos séculos 15 e 16, a família florentina era uma fornecedora de vinhos que vendia para o Inglês Royal Court e muitos outros estabelecimentos de familia real em toda a Europa, incluindo a corte papal.Mas foi no século 19, que Marchese Vittorio degli Albizzi, herdando as propriedades na Toscana, veio da Borgonha para assumir o negócio. Com sua experiência, ele estava entre os primeiros na Itália a propor o cultivo da vinha e plantações especializadas monovarietais, mesmo em altitudes até então não utilizadas para vitivinicultura.