Vinho rosé Côtes de Provence Grand Ferrage 2015

Descrito como um vinho “ultra puro e refrescante, com os aromas típicos dos rosados da Provence” por Robert Parker, este delicioso rosé de Chapoutier recebeu 90 pontos na safra 2015. Elaborado com uma combinação das castas Grenache, Syrah, Cinsault, Cabernet Sauvignon, Clairette e Rolle, mostra um rosado leve e refrescantes notas cítricas. Um verdadeiro achado entre os rosados da Provence.

Vinho tinto Marius Rouge 2015

Chapoutier selecionou algumas parcelas no Languedoc para elaborar vinhos saborosos e cativantes, perfeitos para acompanhar comida ou serem servidos como aperitivo. Este saboroso corte de Grenache e Syrah foi indicado por Parker como “um verdadeiro vinho de bistrô”. É um ótimo achado, de “excepcional relação qualidade/preço” nas palavras do crítico

Vinho tinto Châteauneuf-du-Pape La Bernardine 2011

Esta ótima interpretação de Chapoutier para um vinho histórico, o Châteauneuf-du-Pape, mereceu 91 pontos e muitos elogios da Wine Spectator na safra de 2011. O La Bernardine é elaborado majoritariamente com a elegante Grenache, além da emblemática Syrah e a Mourvèdre, e maturado em tanques de concreto. A bela cor, característica de um Grenache de baixos rendimentos, e o complexo bouquet antecipam um tinto extremamente saboroso, rico e elegante no palato, com um longo final de boca.

Vinho tinto Cotês Du Roussillon Village Bila Haut – 2014

Um saboroso corte de Grenache, Syrah e Carignan, este vinho do Sul da França é produzido pelas mãos perfeccionistas de Chapoutier, um dos maiores nomes do Rhône.
O bouquet oferece frutas maduras e especiarias e um toque que nos faz lembrar o mar. De grande apelo é, segundo Parker, um vinho que “implora para ser bebido”.