Mendoza / ARGENTINA
Argentina

Mendoza / ARGENTINA

Apresentação

Mendoza é praticamente sinônimo de vinho argentino. Essa província garante nada menos que 70% da produção nacional e origina os mais cultuados tintos Malbec do mundo!

 

Mendoza é de uma beleza estonteante e para onde quer que você olhe, lá está a majestosa Cordilheira dos Andes. Os vinhedos estão plantados em altitudes que variam entre 600 e 1.500 metros, por isso, a luz solar atinge em cheio as plantas, sem falar na grande amplitude térmica – esses são fatores que resultam no caráter distinto dos vinhos mendocinos. Outra condição que influencia a qualidade dos tintos e brancos é o clima árido frio no inverno e muito quente no verão – e é graças ao degelo da cordilheira que se garante o mínimo de água necessário ao cultivo da videira. Em geral, os solos de Mendoza são de origem aluvial com subsolo pedregoso e sedimentos de areia, limo e argila. São solos pobres, próprios para o cultivo da videira. Mas como “nem tudo são flores”, os produtores locais têm que lidar com algumas ameaças: de geadas e granizo.

Conhecida como “a terra do sol e do bom vinho”, Mendoza é, na verdade, uma extensa província que fica a 1.100 quilômetros a oeste de Buenos Aires. Ela abriga uma porção de subregiões que acabaram assumindo uma identidade própria no mundo do vinho argentino. As vinícolas mais tradicionais e muitos vinhedos antigos se concentram mais ao norte, em Luján de Cuyo, Maipú, Godoy Cruz e Guaymallén. Já no sudoeste fica o famoso Vale de Uco, que tem atraído projetos inovadores e dado origem a alguns dos mais celebrados vinhos argentinos da atualidade.

A Malbec reina absoluta, mas há versões maravilhosas à base de Cabernet Sauvignon, Syrah, Petit Verdot, Cabernet Franc, Merlot, Tempranillo e Pinot Noir, sem esquecer da típica Bonarda. Os tintos de Mendoza costumam ser marcantes, têm cor intensa e são concentrados e estruturados, cheios de fruta e com taninos evidentes. Também há brancos maravilhosos, elaborados, especialmente, com a uva Chardonnay, mas Sauvignon Blanc e Sémillon também dão o ar da graça por aqui, em versões que vale a pena descobrir.

Produtos da região de Mendoza